quinta-feira, 30 de agosto de 2012

ESTOU

Estou nos pobres, nos ricos, 

no doutores e nos andarilhos,

é assim que sigo nos vários trilhos,

mirando o bem dos meus filhos.


Estou na criança, com ingenuidade pueril,

estou no idoso de experiência senil.


Estou no homem, na mulher,

naquele que nada sabe,

naquele que saber tudo quer.


Estou no que nada deseja, estou no que muito almeja,

estou também onde você me espera,

e onde não quer que eu esteja.


Estou na saúde, estou na doença,

estou no ateu e naquele que devota fervorosa crença.


Estou naquele que respeita a diferença,

estou naquele para quem nada faz diferença.


Estou amando, chorando, sorrindo,

trabalhando, cantando, sofrendo,

dançando, descansando,

e assim a vida vou levando.


Estou no campo, estou na cidade,

estou  no deserto, estou no mar,

vendo do mundo a beleza,

até quando admiro uma montanha libanesa,

e penso: Minha alma é de lá com certeza.


Estou na alegria e na tristeza,

e em ambas de forma transitória,

pois elas apenas compõem a minha história.


Em todos os lugares estou,

para algum lugar eu vou.


E qual a razão de ser eu assim ?

Como pode alguém ousar

querer estar em todo lugar,

intentar tudo vivenciar ?


Sou criatura do Onipresente,

Que me fez à Sua semelhança,

assim, nessa minha andança,

posso eu estar onde quiser,

posso tudo sentir,

nem que seja só na minha mente,

as vezes triste,

mas sempre contente.





Nenhum comentário:

Postar um comentário